Arquivos: Clipping

Cresce procura por intercâmbio com trabalho remunerado

egali-intercambio-blog-canada-banner-01

O intercâmbio é uma alternativa para muitos brasileiros que se sentem sem promessas para um futuro profissional estável no Brasil. Entre as principais motivações para o estudo no exterior estão a busca de um currículo com diferencial e oportunidades longe da crise. E opções de trabalho remunerado durante e depois dos cursos países têm viabilizado cada vez mais esse projeto em alguns países.

Publicação de livros e outros projetos do Miraflores são notícias na Globonews

 

3 - Adriana e Diogo vale essa

A nossa coordenadora de Literatura e Português, Adriana Guedes, falou à GloboNews sobre leitura, carro-chefe do projeto pedagógico do Miraflores. Ler inspira ações diversas na escola, como a Feira do Livro anual, quando recebemos a visita de escritores de peso. Tem também as rodas de leitura na biblioteca e até a produção de um livro pelos alunos do 9º ano. Diogo da Rocha Souza (do 1º ano EM) também deu entrevista e disse que o incentivo dos pais é importante para o envolvimento com a leitura. Na matéria, a GloboNews divulgou uma pesquisa da consultoria IDados destacando que 25% dos alunos do 9º ano nunca leem, 50% leem às vezes e apenas 25% fazem isso regularmente. Assistam a matéria completa: http://g1.globo.com/globo-news/jornal-globo-news/videos/t/videos/v/a-cada-quatro-alunos-do-9-ano-apenas-um-tem-habito-de-ler/7493402/?fbclid=IwAR1xV-BuJHEut66Kb2h9sOlGLipSA66BDBahGLX3wsVq86pku7rPk3bAm4A

Colégio Miraflores promove campanha de arrecadação de guarda-chuvas

guarda chuva

O Colégio Miraflores (Rua Ministro Otávio Kelly 474, em Icaraí, Niterói) realiza durante todo o mês de abril uma campanha de doação de guarda-chuvas.  Eles não precisam ser novos e podem estar com defeito. E serão destinados  à  artesã e professora de História Clara Gomes de Souza, que os transforma em sacos de dormir para moradores de rua de Nova Iguaçu, onde mora, e também da Ilha Governador e Central do Brasil, no Rio. Clara começou o seu belo projeto em 2015, depois de ver um homem com muito frio dormindo em uma rua em Nova Iguaçu.  Desde então, vem ajudando a centenas de pessoas nessa situação.  Clara precisa apenas de guarda-chuvas sujos ou danificados para produzir modelos de sacos de dormir impermeáveis para pessoas de todas as idades. A campanha será aberta a moradores da cidade.