Arquivos: Economia/Negócios

Irigon Administradora Imobiliária lança projeto sustentável

horta 4

Engajada na causa ambiental, a Irigon Administradora Imobiliária idealizou um projeto sustentável em parceria com o Viveiro Lua Nova, localizado em Miguel Pereira, no estado do Rio. A proposta é criar uma horta nos condomínios administrados pela Irigon para o consumo de produtos orgânicos. Além de ser uma fonte saudável de alimentos, o espaço também pode contribuir para a convivência entre os vizinhos e despertar o interesse das crianças para questões relacionadas à sustentabilidade.

30743065_2063820247275312_4108292484254638440_n

Grupo Delphi orienta empresas a se adequarem ao eSocial

O Brasil possui mais de 12 milhões de pequenas e médias empresas, incluindo as microempresas individuais, segundo dados do Sebrae de 2017. Destas, cerca de 80% empregam funcionários. E a partir de julho deste ano, a rotina delas irá mudar com a entrada em vigor de uma nova fase do eSocial, do Governo Federal. O Grupo Delphi, especializado em Engenharia e Segurança do Trabalho, vem realizando palestras para orientar as empresas a se adequarem às novas exigências da plataforma, em especial sobre as informações e documentos de SST (Segurança e Saúde do Trabalhador).

Todas as empresas privadas, independente de seu faturamento, deverão transmitir informações trabalhistas, previdenciárias e tributárias, diretamente para o sistema. Através do ambiente virtual, as empresas terão que comunicar ao Governo, de forma unificada, os dados relativos aos trabalhadores (como vínculos, contribuições previdenciárias, folha de pagamento, comunicações de acidente de trabalho, aviso prévio, escriturações fiscais e informações sobre o FGTS) geridos pela INSS, Caixa Econômica, Receita Federal do Brasil e pelos Ministérios da Previdência Social e do Trabalho e Emprego.

 

Para os pequenos (grandes) notáveis

Malinha Fun

Fun Shoes lança primeira microfranquia de calçados infantis no país

Criada há apenas sete anos, a Fun Shoes cresceu e ficou tão notável como o pequeno (grande) público a que se destina. Especializada em sapatos infantis, a marca conta com 73 franqueados, entre quiosques e lojas em shoppings nas principais regiões do país. E mostrou que investir no público mirim é aposta certa, principalmente com o filão em alta. Prova disso é o próximo passo da empresa, que será lançar a primeira microfranquia de calçados para crianças.

A microfranquia da Fun Shoes é direcionada para cidades com até 90 mil habitantes. O valor da taxa de franquia é de R$ 10 mil, com estoque inicial de R$ 20 mil – totalizando investimento de R$ 30 mil. De acordo com dados da ABF, o setor continua em expansão e atraindo novos empreendedores: a previsão de faturamento do segmento para este ano é, em média, 9% maior do que em 2014. A outra boa notícia é que o formato de microfranquias já representa 14,7% da indústria de franchising.

Os novos microfranqueados da Fun Shoes chegarão ao mercado com a vantagem de ter à disposição calçados da nova linha exclusiva da Fun Shoes, que será lançada este mês – linha Confort. Com tecnologia desenvolvida para proteger os pés dos pequenos contra assaduras e machucados, a linha também será voltada para crianças de até cinco anos. Terá preço único em todos os modelos de tênis, sandálias e sapatilhas, no valor de R$ 59,99, na região Sudeste, e R$ 69,99, nas outras regiões, por conta dos impostos e frete.

De acordo com André Souza, empresário e criador da Fun Shoes, “nesta fase de preocupação do brasileiro com a crise da economia, a microfranquia da Fun Shoes é uma excelente alternativa para quem sonha em ter o próprio negócio, mas com segurança e suporte de quem já entende do setor. O nosso formato exige baixo investimento e é voltado para um segmento que não para de crescer no país”, destaca ele. A expectativa do empresário é contar com 20 primeiros pontos de microfranquias da marca em até seis meses. Paralelamente ao lançamento deste novo modelo de negócio, a Fun Shoes estreia, em agosto, a venda por meio de e-commerce da nova linha Confort para o varejo.

Todos os quiosques e lojas da Fun Shoes têm design voltado para o universo da criança, com decoração inspirada em cartoon, para que o público mirim se sinta envolvido com a proposta lúdica da marca. O diferencial da empresa vai além da qualidade e baixo custo de seus produtos e abertura de pontos. A marca criou um centro de treinamento ecologicamente correto, com a utilização de madeira de reflorestamento e está desenvolvendo uma coleção de produtos sustentáveis, com o uso de material reciclado e tecido de garrafa PET.

Como funciona a venda de calçados pela microfranquia da Fun Shoes:

A venda de calçados pela microfranquia será feita pelo e-commerce, com lançamento previsto para agosto. Os pais poderão fazer o cadastro pelo site, com informações da numeração, idade, sexo da criança e a opção do tipo de sapato (tênis, sandália ou sapatilha). Um representante da microfranquia leva a “Malinha Fun Shoes”, com 12 modelos selecionados previamente pelo consumidor, para o endereço cadastrado no site. Em 24 horas o funcionário recolhe os produtos que não foram comprados. Além disso, ele fica à disposição para dar assistência pós-venda ao cliente, o que diferencia esse serviço da venda tradicional pela internet. “A ideia é facilitar a vida dos pais que trabalham fora, principalmente em uma fase que os filhos estão em crescimento e trocam a numeração dos sapatos com muita frequência”, lembra André Souza, empresário e criador da marca.