Arquivos: Economia/Negócios

Muito além do burnout: conheça as principais doenças ocupacionais

Burnout

Quando se fala sobre doenças relacionadas ao trabalho, logo vem à cabeça a síndrome de burnout. E com razão, já que o Brasil é o segundo colocado no ranking de trabalhadores com burnout, de acordo com a International Stress Management Association (ISMA-BR). No entanto, ela não é o único problema ligado ao trabalho e é vital atentar-se a outras que podem se manifestar nestes tempos difíceis.
Confira algumas das doenças mais comuns ligadas ao trabalho:

- LER (Lesão por Esforço Repetitivo);
- DORT (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho)r;
- Surdez definitiva ou temporária;
- Dermatite alérgica de contato;
- Asma ocupacional;
- Antracose pulmonar.

Que prevenir doenças laborais na sua empresa? O Grupo Delphi está há mais de 30 anos no segmento de Segurança e Medicina do Trabalho.

Grupo Delphi lança plano de retorno ao trabalho pós-pandemia

Design sem nome (4)

Com a possibilidade cada vez mais real de reabertura da econômica e, consequentemente, do retorno ao trabalho em massa, uma questão se impõe sobre todas as outras. Como viabilizar a retomada, sem provocar uma explosão no número de casos de coronavírus? Principalmente, tendo em vista que o Brasil assumiu o segundo lugar no ranking de países com mais casos de Covid-19. Com o objetivo de oferecer assistência para o retorno às atividades de forma segura, o Grupo Delphi, especializado em Medicina e Segurança de Trabalho, lança mais um serviço de apoio às empresas clientes neste período de pandemia.

Saiba declarar imóvel no Imposto de Renda sem complicar sua renda

Design sem nome (3)

Como declarar bens de forma correta e objetivamente à Receita Federal no preenchimento do formulário para o Imposto de Renda Pessoa Física? As dúvidas são frequentes todos os anos.  E, em se tratando de imóveis, os questionamentos aumentam por causa da complexidade. Há situações que incluem compra, venda, aluguel, e doações, entre outros. Os tipos de imóveis também são variados. Entre os principais estão os novos, os antigos, os financiados, os sem escritura definitiva ou recebidos por herança e doação.  Assim, conhecer o processo é essencial. O prazo termina a 30 de abril de 2021. E quem entregar com atraso terá de pagar multa. Confira as orientações da equipe especializada do jurídico da Irigon, administradora de imóveis, há mais de 50 anos no mercado.