Arquivos: Clipping

Aliança Francesa de Niterói inova com método especifico para adolescentes

Você sabia que quanto mais cedo o contato com um novo idioma, mais fácil é o aprendizado? E por isso, a Aliança Francesa de Niterói conta turmas destinadas a pré-adolescentes e adolescentes a partir de 11 anos. Com o método adotado ‘Adomania’, o aluno começa a interagir em francês desde a primeira aula. O uso de aplicativos, quadro eletrônico e atividades lúdicas fazem parte da metodologia interativa, que incentiva o aprendizado do idioma com dinamismo.

O objetivo do curso é sensibilizar os estudantes ao conceito de “língua-cultura” e desenvolver quatro habilidades: compreensão oral, escrita, expressão oral e escrita. O conteúdo das aulas é baseado nos programas oficiais e recomendações do Quadro Europeu Comum de Referência (QECR) para as línguas.

“A ‘Adomania’ consiste em colocar o aluno no centro do aprendizado em uma perspectiva participativa, integrando os modos de comunicação do dia a dia, por meio das redes sociais, além de outros recursos digitais. O método usado para este público proporciona de maneira lúdica e moderna o aprendizado da língua francesa”, esclarece a Peggy Giordano, Diretora da Aliança Francesa de Niterói.

Ao final do ciclo de três anos, o adolescente passa por um teste de reposicionamento e poderá integrar os cursos para o público jovem-adulto. Ele estará preparado também para fazer os exames DELF A1/A2.

 

Duração - Curso de 50 horas, por cada módulo |1h30 de aula, duas vezes por semana.

Niterói celebra sua cultura no Salão de Artes Visuais

livros1

Aliança Francesa junta-se ao Instituto Cultural Germânico na exposição das melhores obras de 12 artistas nacionais

O Centro de Cultura França-Alemanha (CCFA)  promove o 5º Salão de Artes Visuais de Niterói. A mostra reúne obras de 12 artistas de todo o país, com a proposta de incentivar novos talentos na cidade. Com entrada gratuita, o evento terá vernissage na quinta-feira, 6 de abril, às 19h, no Instituto Cultural Germânico (ICG). E as peças podem ser vistas de 7 de abril a 13 de maio nas duas instituições, ambas em Icaraí.

Criado pela Aliança Francesa de Niterói e o ICG em 2006, o CCFA tem por objetivo estreitar os laços entre esses países e a população niteroiense. “Os trabalhos que serão expostos são expressivos e ainda teremos a oportunidade de receber artistas de várias partes do Brasil. Ou seja, um momento da celebração da cultura na cidade”, diz a diretora da Aliança Francesa de Niterói, Peggy Giordano.

A exposição estimula a produção artística e vai apresentar pinturas, desenhos, gravuras, fotografias e esculturas. “Participar de um Salão como o nosso é de grande importância para a carreira do artista, principalmente para os que estão iniciando. Aqui eles têm a oportunidade de expor seus trabalhos e se tornarem conhecidos no meio artístico nacional”, reforça o diretor da ICG, Ricardo Freitas.

Entre os artistas selecionados está Fernando V da Silva, de 79 anos. Ele recebeu o Prêmio Funarte no II Salão de Artes Plásticas da Universidade Federal Fluminense (UFF), em 1977. E suas pinturas já foram expostas na França, Holanda, Argélia, Portugal e Estados Unidos.

Os visitantes poderão conhecer também os desenhos de Mariana Rocha. Formada em Artes Visuais pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), a niteroiense já viu seus trabalhos percorrerem mostras por Curitiba, São Paulo, Brasília, Fortaleza, Recife e Salvador. Outro artista da cidade é Adilson d´Ávilla, que atua na coordenação de montagem das exposições da Galeria de Arte UFF. Ele vai apresentar instalações sobre a ação do tempo na matéria e na memória.

Os trabalhos do artista visual Élcio Miazaki também estarão presentes na exposição.  Formado pela Universidade de São Paulo (USP), o fotografo trará imagens antigas restauradas com o intuito de preservar e valorizar as recordações. Já o paulista Wellington de Barros Pessoa, conhecido WBP, vai apresentar suas pinturas, que têm a cultura punk como referência.  E a carioca Graci Kaley mostrará desenhos em aquarela, nanquim e grafite, que prestigiam a tradição indígena brasileira.

Estarão presentes ainda peças dos artistas: Felipe Barros (RJ); Samy Sfoggia (RS); Iriê Salomão (MG); Fernando Correia (SP), Rodrigo Sávio (MT) e Thaieny Dias (RJ). Os dois vencedores do 5º Salão de Artes Visuais de Niterói ganharão exposições individuais em 2018. Um vai expor na Aliança Francesa e outro no Instituto Cultural Germânico.

Serviço: O 5° Salão de Artes Visuais de Niterói terá vernissage no dia 6 de abril, às 19h, no Instituto Cultural Germânico, e pode ser visitado de 7 de abril a 13 de maio nas duas instituições.

Aliança Francesa – de segunda a sexta-feira, das 9h às 20h30 e sábado, das 9h às 12h (Rua Lopes Trovão, 52 – Icaraí / 2610-3966).

Instituto Cultural Germânico – de segunda a sexta-feira, das 15h às 20h. (Av. Sete de Setembro, 131 – Icaraí / 2714-0879).

Entrada: franca | Classificação: livre

Informativo do Colégio Miraflores Niterói

Aprovado